domingo, dezembro 06, 2015

Cume

O mundo visto de cima é mais bonito.
Arranha-céus, árvores, essa cama que vibra:
todos cúmplices desse voo mal dito.
Nunca no muro, como suspeito imperfeito do delito.
Para ver, enveredar-se
só em cima
de outro corpo
de outros olhos
dessa noite que se arrasta
distante
mas não diz adeus.

0 comentários:

Postar um comentário