segunda-feira, setembro 28, 2015

Sobre o olhar que não demora

A dor
do amor
é penhasco
navalha na carne
bala de aço:
atira o olhar para longe!

0 comentários:

Postar um comentário