segunda-feira, julho 14, 2014

Bóra

não vá embora
embora
eu pense que
devas ir

(Adriano Del Duca)

0 comentários:

Postar um comentário