sexta-feira, junho 11, 2010

Informe

Deixa... Já disseram pra gente deixar, pra lá, pra cá.

Abandona as malas, as saudades, cheiros.

Fecha esses olhos embalsamados. Guarda essa boca calada.

Você reclama de solidão e eu do estômago vazio.

Mas a gente se entende, desentende, na cama, na rua.

E... vai, some. Vem, consome.

Mas deixa... Joga tudo no mundo, todos no muro, pedra em tudo.

Levanta, sai da cama, do sono. Cura essa tosse que machuca o outono.

Ah, preciso ir, ficar, dormir, encontrar.


27/05/10 – 01h05

1 comentários:

...Evellyn... disse...

Precisamos...
Texto para ser deliciosamente musicado...

beijo.

Postar um comentário