domingo, março 29, 2009

Memória suja

Antes que eu me esqueça
Vem cá amor,
Vêm me ajudar a arrumar esses livros, esses discos, esses sapatos.
Ajuda a limpar esse pó que faz tanto mal pra minha saúde
Ajuda a beber pra desatar esse nó que machuca amiúde.

Ouço vozes do outro lado da porta
Elas se amam como podem
Apressada e superficialmente
Ouço sussurros ferozes
Necessitam de alma... Calma

Ah meu anjo,
Eu não creio mais nesse mundo
Nesse dançar sem música
Nesse êxtase que se mostra profundo
No alçar sem voo

Pegue em minhas mãos
Sinta que me resta tão pouco de mim
E só sobraria se você estivesse aqui, assim...
Vendo o céu acordar
Deixando o coração despertar

Antes que eu me esqueça
Deita aqui do meu lado
Faz reviver o passado
Corra pela minha cabeça

Antes que eu me esqueça...
Anota seu nome em mim.

29/03/09
21h36

1 comentários:

Piequim Arlerrot disse...

tatuagem japonesa
no peito, perfeito
seu nome eu não gravei na carne
seu nome vai comigo além

seu nome não é lavado com alcool
seu nome não regurgitado
seu nome e seu valor não caberiam em mim
seu nome e você não são só memória

você e tua presença não são efêmeras
me são caras tua companhia e tua voz
me dóem nossas brigas e discussões
me fazem feliz as reconciliações


te amo melancolia da minha euforia

Postar um comentário